domingo, março 18, 2007

PQP


Quando eu era menino, bobinho, ingênuo, acreditava que o mundo era dividido claramente em partes, cada qual com seus motivos, suas preferências, sua "política" (embora eu não soubesse o que era política naquela época).


Quando eu cheguei na adolescência comecei a entender (achava) o que era política. Havia vários partidos, cada qual com seus ideais, seus motivos e objetivos para existir num país que começava a descobrir o que era democracia.

Hoje, com a vista e a mente ofuscadas pelo clarão da realidade, enxergo a política de uma forma mais coesa, simples, ÚNICA.

Um comentário:

Patacoadas do Cleber disse...

É, tudo e todos farinha do mesmo saco. Vergonha na cara e honra são coisas que não encontraremos nessa turma. Abração